Papa Francisco: há um oceano oculto de bem que nos faz esperar por um mundo de paz

26/08/2019

Numa declaração, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, expressa a satisfação do Pontífice pelo nascimento do Comitê Superior para perseguir os objetivos contidos no Documento sobre a Fraternidade Humana para a paz mundial e a convivência comum.

Cidade do Vaticano

O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, divulgou uma declaração, nesta segunda-feira (26/08), "a propósito da recente criação do Comitê Superior para se alcançar os objetivos contidos no Documento sobre a Fraternidade Humana em prol da paz mundial e da convivência comum".


Ayuso Guixot: Documento sobre a Fraternidade Humana dá seus primeiros frutos

O documento foi assinado, em fevereiro passado, pelo Grão Imame de Al-Azhar e o Papa Francisco, durante sua viagem apostólica aos Emirados Árabes Unidos.

Segundo a nota do diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, o Pontífice recebeu com alegria a notícia da iniciativa e observou: «Embora muitas vezes, infelizmente, seja o mal, o ódio, a divisão a fazer notícia, há um oceano oculto de bem que cresce e nos faz esperar no diálogo, no conhecimento mútuo, na possibilidade de construir juntos com os fiéis de outras religiões e com todos os homens e mulheres de boa vontade, um mundo de fraternidade e de paz».


Instituída comissão para alcançar objetivos do Documento sobre Fraternidade Humana

"O Santo Padre encoraja o trabalho do Comitê para a divulgação do Documento, agradece aos Emirados Árabes Unidos o empenho concreto a favor da fraternidade humana e almeja que se possam multiplicar no mundo iniciativas similares", conclui Matteo Bruni.